On News: confira as notícias dessa terça-feira, 4/6
03/06/2019 23:40 em Novidades

Organização 101 Líderes quer discutir o futuro do turismo em Poços de Caldas (Foto: divulgação)

 

- Na última sexta-feira, dia 31, Romeu Zema, governador de Minas Gerais, anunciou a privatização de 2.500 quilômetros de rodovias em todo o estado. De acordo com o edital, está prevista uma praça de pedágio na BR 146, em trecho que vai de Poços de Caldas a Andradas. Outros três pontos deverão ser instalados na BR 459, um deles entre Poços de Caldas e Caldas. Os contratos terão duração de até 30 anos e vão exigir a prestação de serviços de pavimentação, construção de acostamentos, duplicação, atendimento médico, reboque 24 horas, recolhimento de animais na pista e instalação de balanças para fiscalização de cargas. A expectativa é que os investimentos gerem 9.500 empregos diretos e indiretos até 2022.

- Desde a última segunda-feira, dia 3, já estão sendo disponibilizadas para toda a população as doses restantes da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A campanha começou no dia 10 de abril e foi até dia 31 de maio, tendo como meta vacinar 90% do público prioritário. Em Poços de Caldas, foram vacinados 90% dos idosos, 73% das crianças, 74% das gestantes, 93% dos trabalhadores da saúde e 68% das mulheres no período pós-parto. Sendo assim, a cobertura vacinal na cidade alcançou 83% do público prioritário. Em todo o estado de Minas Gerais, o índice chegou a 86%.

- Nessa terça-feira, dia 4, acontece o seminário “Poços de Caldas – Destino Turístico Inteligente”, promovido pela Organização 101 Líderes. O evento tem início às 2 horas da tarde, no Salão Azul do Palace Hotel, e pretende debater o desenvolvimento do turismo da cidade, visando colocar Poços de Caldas no cenário nacional e internacional de Destinos Turísticos Inteligentes. O seminário vai contar com a participação de especialistas do setor, abordando questões relacionadas à indústria do turismo, como a relação entre poder público, entes privados e entidades parceiras.

 

https://www.facebook.com/primorcursos/

 

BRASIL

- Estudo realizado pela ONG Conservação Internacional mostra que, entre os nove países cujos territórios abrigam parte da Floresta Amazônica, o Brasil é o que mais altera suas leis de proteção ao bioma. Ao todo, os nove países fizeram 115 alterações entre os anos de 1961 e 2017, sendo que 66 delas (61%) ocorreram no Brasil. Essas medidas afetaram 18 milhões de hectares da Amazônia, 11 milhões em território brasileiro. A pesquisa analisou atos legislativos que diminuíram a área delimitada, ampliaram o uso do solo ou retiraram totalmente a proteção de áreas protegidas em 78 países em mais de um século. No contexto mundial, Brasil e Estados Unidos lideram as alterações na legislação ambiental.

 

MUNDO

- Nos Estados Unidos, o estado do Oregon aprovou um projeto de lei que dá à comissão de controle de destilados mais liberdade para negar novas licenças de cultivo de maconha, substância legalizada no estado. O objetivo é diminuir a quantidade da substância no mercado e impedir o desvio de maconha legal não vendida para o mercado paralelo. Em janeiro, o mercado de maconha no Oregon tinha um estoque de fornecimento estimado de seis anos e meio. A oferta está sendo duas vezes maior que a demanda, o que significa que o excedente da colheita do ano passado pode chegar a cerca de uma tonelada, quantidade equivalente a mais de um bilhão de cigarros.

https://www.facebook.com/UninterPocosDeCaldas/

COMENTÁRIOS