On News: confira as notícias dessa quinta-feira, 30/5
29/05/2019 23:54 em Novidades

Filme "Que Horas Ela Volta" é atração dessa noite na Praça do Museu (Foto: divulgação)

 

CIDADE

- Na última quarta-feira, dia 29, os prefeitos de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, e de Machado, Julbert Ferre de Morais, assinaram termo de cooperação técnica para estudo visando à implantação de aterro sanitário conjunto no território de Machado. O município de Poços de Caldas deverá fornecer as informações e dados estatísticos à empresa que fará os estudos de viabilidade, além de acompanhar o desenvolvimento do processo. Caberá à Machado a contratação de empresa especializada para a elaboração dos estudos. Caso as duas prefeituras considerem o projeto inviável, não haverá prejuízos ou obrigações com a empresa contratada.

- Foi assinado na última quarta-feira, dia 29, o acordo coletivo 2019/2020, negociado entre os servidores municipais e o Poder Executivo. Os funcionários da Prefeitura vão ter revisão de 4% nos salários a partir de julho de 2019, abono de 200 Reais e aumento de 20 Reais no vale-alimentação, retroativo a março. O acordo já havia sido encaminhado à Câmara Municipal na segunda-feira, dia 27, e o Departamento de Pessoal já está preparado para efetuar o pagamento dos benefícios assim que as propostas forem aprovadas pelo Legislativo. A previsão é de que o abono seja pago em 14 de junho.

- Nessa quinta-feira, dia 30, acontece o Cine Olhar, com exibição do filme brasileiro “Que Horas Ela Volta?”, às 7 horas da noite, na Praça do Museu, na área central de Poços de Caldas. O evento é gratuito e, junto com a projeção, haverá distribuição de pipoca e refrigerante. O Cine Olhar é uma ação resultante do projeto Olhar Circular, que ocorre desde 2008 em municípios do sul de Minas Gerais. O objetivo é democratizar o acesso da população a eventos culturais voltados para o audiovisual. Desde 2016, o projeto já atendeu cerca de 2.000 pessoas e exibiu sete obras cinematográficas nacionais.

 

https://www.facebook.com/UninterPocosDeCaldas/

 

BRASIL

- Por 243 votos a 19, a Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira, dia 29, a medida provisória 867, que altera o Código Florestal. O texto segue agora para o Senado, mas o presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que não pautará a MP, que perde a validade na próxima segunda-feira, dia 3. O objetivo inicial da MP era adiar o prazo para regularização de propriedades rurais fora das normas definidas em 2012, mas o projeto ganhou 35 sugestões de mudanças e os impactos poderiam afetar até mesmo o cumprimento de metas do Acordo de Paris.

 

MUNDO

- Segundo o procurador Robert Mueller, não há certeza de que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, não tenha cometido obstrução de justiça nas investigações a respeito de uma possível interferência russa nas eleições norte-americanas de 2016. Em seu primeiro pronunciamento público desde que foi nomeado para o cargo, Mueller salientou que seu relatório, tornado público, fala por si. O procurador ainda afirmou que indiciar o presidente não é uma opção disponível para o Departamento de Justiça, mas reiterou que agentes do serviço secreto russo conseguiram entrar nos bancos de dados de Hillary Clinton, candidata a presidência derrotada por Trump na ocasião.

https://www.facebook.com/primorcursos/

COMENTÁRIOS