https://www.instagram.com/makradio_oficial/?hl=pt-br
18 DE MAIO É DIA NACIONAL DE COMBATE AO ABUSO E À EXPLORAÇÃO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES
18/05/2022 17:37 em Novidades

No dia 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória/ES, a criança Araceli Cabrera, de apenas 8 anos, foi encontrada morta com sinais de violência física e sexual. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo em uma movimentada rua da capital do Espírito Santo, os criminosos ficaram impunes. Este acontecimento chocou o país e despertou diversas discussões sobre como proteger as crianças das situações de abuso sexual. E é por isso que 18 de maio se tornou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. As discussões evoluíram ainda mais na década de 1990, com a promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, importante marco legal para a proteção das crianças. No ano 2000, foi promulgada a Lei 9.970, que instituiu o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração sexual de crianças e adolescentes, como uma maneira de não esquecer o que ocorreu com Araceli e chamar a atenção para a importância de prevenir esse tipo de ocorrência com outras crianças. Em Poços de Caldas, a Rede da Criança e do Adolescente – RECRIAD – está mobilizada na campanha “Maio Laranja”, iniciativa que tem como pilares a conscientização, a prevenção, a orientação, o combate à violência sexual e, especialmente, colocar o fenômeno na pauta do dia, tirando o problema da invisibilidade. Nesta quarta-feira, 18 de maio, no início da tarde, foi realizada uma passeata, com saída do Fórum, pelas ruas centrais da cidade, com o objetivo de chamar a atenção da população para o tema. “O objetivo é conscientizar a comunidade e evitar que crianças e adolescentes sejam vítimas de violência sexual. A campanha é um alerta para que todos saibam que casos de exploração e abuso sexual contra crianças e adolescentes existem e precisam ser denunciados”, ressalta o secretário municipal de Promoção Social, Carlos Eduardo Almeida. ☎ Denúncias O principal objetivo da data é chamar a atenção para o tema e reforçar a importância das denúncias. Qualquer pessoa pode denunciar casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A forma mais rápida é pelo Disque Direitos Humanos – Disque 100 – que garante o anonimato. As denúncias também podem ser feitas aos seguintes órgãos: CREAS – 3697-2626; Polícia Militar – 190; Conselho Tutelar Centro/Leste: 3697-2185/3722-1195; Conselho Tutelar Sul/Oeste: 3697-2116/3712-0726. Disque Direitos Humanos – 100.

COMENTÁRIOS