On News: confira as notícias dessa segunda-feira, 8/4
07/04/2019 22:24 em Novidades

Consumo de bebidas alcoólicas e drogas por adolescentes no Parque Affonso Junqueira será discutido na Câmara (Foto: Prefeitura Municipal)

 

CIDADE

- Um idoso de 76 anos morreu carbonizado após a casa em que estava pegar fogo. O incêndio ocorreu na madrugada do último domingo, dia 7, em um imóvel na Avenida Santo Antônio, no bairro Cascatinha, na região central de Poços de Caldas. O Corpo de Bombeiros foi acionado de manhã para realizar atendimento no local, mas, quando chegou, as chamas já estavam apagadas e a vítima foi encontrada com 80% do corpo queimado. Um sobrinho da vítima informou aos bombeiros que o idoso morava sozinho, tinha problemas de saúde e fazia uso de medicamentos controlados, além de fumar bastante.

- Nessa segunda-feira, dia 8, a partir das 5 horas da tarde, a Câmara Municipal de Poços de Caldas realizará audiência pública para discutir o tema “Situação dos adolescentes usuários de drogas no Parque José Affonso Junqueira”. De acordo com o vereador Antônio Carlos Pereira (DEM), autor do requerimento solicitando a audiência, a Guarda Municipal e a Polícia Militar já tomaram algumas providências. Mesmo assim, a audiência é importante no sentido de encontrar uma solução para o problema que ainda persiste. Um dos assuntos da audiência serão bares e restaurantes que vendem bebidas alcoólicas para menores de 18 anos.

- A Secretaria Municipal de Serviços Públicos deu início ao programa de instalação de nova iluminação em todas as praças de Poços de Caldas. A iniciativa está sendo realizada em parceria com a DME Distribuição e, nesta primeira fase, 15 localidades serão beneficiadas. A nova iluminação já foi implantada na praça Nossa Senhora Aparecida do Brasil, no bairro Ponto da Cascata, e na praça Togni, próximo a Escola Sérgio Pacheco, na Vila Togni. As praças com iluminação deficiente terão as luminárias trocadas por outras novas de LED. Para os locais onde não existia nenhum tipo de iluminação, foram desenvolvidos projetos específicos.

 

BRASIL

- Pesquisa Datafolha divulgada no último domingo, dia 7, avaliou os percentuais de aprovação do presidente Jair Bolsonaro. Entre os entrevistados, 30% avaliaram o governo como ruim ou péssimo até o momento, enquanto 32% classificaram-no como bom e 33% como regular. Os outros 4% não souberam opinar. É a pior avaliação para um presidente no início de primeiro mandato desde 1990, quando Fernando Collor tinha 19% de reprovação após três meses, contra 16% de Fernando Henrique Cardoso em 1995, 10% de Lula em 2003 e 7% de Dilma em 2011. A pesquisa ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos em 130 municípios, nos dias 2 e 3 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

- Um estudo do Instituto Halle de Pesquisa Econômica (IWH), da Alemanha, avaliou o impacto da saída do Reino Unido da União Europeia sem um acordo para 43 países. No caso do Brasil, o levantamento mostra que cerca de 10 mil trabalhadores em território nacional poderiam ser afetados. Os maiores riscos se concentram no setor da agricultura, atividade em que o Brasil é o maior exportador para a União Europeia. A previsão do Instituto Halle aponta 600 mil empregos atingidos, 100 mil deles somente na Alemanha. China, França, Polônia e Itália, nessa ordem, seriam os outros quatro países da lista mais afetados.

 

MUNDO

- Em Ruanda, foram inaugurados no último domingo, dia 7, uma série de eventos em referência aos 25 anos do genocídio acontecido no país africano em 1994. Na ocasião, depois de assassinarem o presidente Juvénal Habyarimana, extremistas da etnia hutu deram início a um dos piores massacres na história da humanidade. Entre abril e julho daquele ano, 800 mil pessoas foram assassinadas, a grande maioria da etnia tutsi, juntamente com hutus moderados. O calendário prevê 100 dias de eventos temáticos, mesmo período de tempo em que durou o genocídio.

COMENTÁRIOS