On News: confira as notícias dessa sexta-feira, 1/2
31/01/2019 21:42 em Novidades

Antigo aparelho de raio-x da UPA realizou mais de 130 mil exames e será trocado por modelo mais novo (Foto: Prefeitura Municipal)

 

CIDADE

- Desde a última quinta-feira, dia 31 de janeiro, dois militares da 1ª Companhia Independente de Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas estão auxiliando no resgate das vítimas da tragédia da barragem rompida em Brumadinho. Os dois oficiais ficarão empenhados no trabalho até dia 7, quando serão substituídos por outros três militares, que permanecem até dia 14. Do dia 15 ao dia 21, será a vez de outros cinco bombeiros. O helicóptero Pégasus-9 e seus quatro tripulantes, que integram o efetivo da Polícia Militar em Poços, também estão em Brumadinho participando das buscas.

- A partir dessa sexta-feira, dia 1º, o aparelho de raio-x da UPA começa a ser desmontado. O antigo equipamento dará espaço ao novo modelo, cedido pela PUC Poços, como parte da contrapartida devida ao Município pela implantação do curso de Medicina na cidade. O aparelho digital, com custo de 250 mil Reais, será montado assim que o anterior for retirado, sendo que a sala utilizada também passará por obras de adaptação. Na UPA, são realizados por mês cerca de três mil exames de Raio-X, em médio. Durante o mês de fevereiro, os exames solicitados aos pacientes serão feitos na Policlínica e no Hospital Santa Casa.

- No próximo sábado, dia 2, a Caldense vai a Juiz de Fora enfrentar o Tupi. A partida, válida pela 5ª rodada do Campeonato Mineiro, está marcada para as 4 horas e meia da tarde. No elenco da Veterana, o zagueiro Renato Silveira e o lateral-esquerdo Edu Pina receberam o terceiro cartão amarelo e estão suspensos. O zagueiro Robinho e os atacantes Tiaguinho e Salatiel deverão ser avaliados antes da partida, pois estão voltando de lesão e não têm presença garantida. A Caldense tem apenas 3 pontos ganhos e ocupa a 9ª colocação, com um ponto a mais do que o próprio Tupi e o Villa Nova, que estão na zona do rebaixamento.

 

BRASIL

- A Secretaria de Meio Ambiente de Minas Gerais determinou que sejam descaracterizadas as barragens construídas no estado pelo método de alteamento a montante, o mesmo usado nas barragens das tragédias de Brumadinho e Mariana. Em resolução publicada no Diário Oficial, o órgão determina que as empresas responsáveis terão 360 dias para apresentar a nova tecnologia a ser adotada e o plano de trabalho com cronograma. A partir daí, terão dois anos para implantação. De acordo com a Secretaria, existem atualmente 50 barragens por alteamento a montante no estado. Do total, 27 estão em operação e 22 paralisadas, além da que rompeu em Brumadinho.

 

MUNDO

- No Reino Unido, é cada vez maior o número de pessoas que estão estocando alimentos e remédios em casa. A justificativa é o medo de ver esses produtos desaparecerem das prateleiras quando o Brexit tiver início, a partir de 29 de março. O consórcio que reúne as maiores redes de supermercados e de fast-food do país alertou que, a curto prazo, os preços devem subir. Em 2017, 30% dos alimentos consumidos pelos britânicos vieram da União Europeia, muitos deles perecíveis, como frutas, legumes e verduras. As grandes empresas farmacêuticas também expandiram seus estoques de medicamentos e vacinas, assim como as montadoras de veículos, que antecipam uma eventual falta de peças.

COMENTÁRIOS