On News: confira as notícias dessa quinta-feira, dia 6/12
06/12/2018 00:01 em Novidades

Programa de patrocínios do DME vale tanto para projetos culturais quanto esportivos (Foto: Prefeitura Municipal)

 

CIDADE

- Na última terça-feira, dia 4, a sessão semanal da Câmara Municipal de Poços de Caldas recebeu representantes de entidades assistenciais como Apae e Adefip, além de membros dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, da Pessoa com Deficiência e do Idoso. O objetivo foi solicitar aos vereadores a regularização dos repasses feitos pela Prefeitura, que estão atrasados. Durante o encontro, foi prometido que parte do dinheiro devolvido anualmente pela Câmara ao Poder Executivo será encaminhado para as instituições e que os repasses do mês de outubro deverão ser feitos a partir do dia 11 de dezembro.

- Na última terça-feira, dia 4, a Polícia Militar prendeu quatro adolescentes que usavam um imóvel no bairro Chácara Poços de Caldas para tráfico de drogas. Os adolescentes, com idades entre 14 e 17 anos, afirmaram ter invadido o local a uma semana e ali vinham praticando a venda, fracionamento e embalo de maconha, cocaína e crack. Além das drogas, com eles foram apreendidos mais de 600 Reais em dinheiro, aparelho radiotransmissor e produtos para refino de cocaína. Um dos detidos é de Poços de Caldas, outro é de Grão Mogol, também em Minas Gerais, e os dois restantes são de Ribeirão Preto, no interior paulista.

- A Prefeitura de Poços de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, convoca os beneficiários do Programa Bolsa Família a comparecerem à Unidade Básica de Saúde mais próxima de onde moram para a realização do acompanhamento periódico, feito a cada seis meses. No acompanhamento, todos os integrantes da família passam pela conferência de peso e altura, assim como são verificadas as carteiras de vacinação. No caso das gestantes, é checada a realização do pré-natal. Dos 4.500 beneficiários do Bolsa Família na cidade, cerca de 1.300 já realizaram a atualização dos dados, que termina no dia 28 de dezembro. O não comparecimento pode gerar o bloqueio e a perda do benefício.

- Estão abertas até dia 17 de dezembro as inscrições para o Programa de Patrocínios 2019 do DME. Serão aceitas inscrições de projetos artístico-culturais e sócio-esportivos que atendam o município de Poços de Caldas e com previsão de execução durante o ano que vem. Os projetos artístico-culturais devem ser protocolados na Secretaria Municipal de Cultura, no Espaço Cultural da Urca, e os projetos sócio-esportivos na Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, situada na Rua São José, número 345, no bairro Jardim Country Club. O edital está disponível para consulta no site do DME: www.dmepc.com.br.

 

BRASIL

- De acordo com a pesquisa Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada na última quinta-feira, dia 5, pelo IBGE, aumentou o número de brasileiros em situação de pobreza ou pobreza extrema. Em 2016, eram 52 milhões e 800 mil pessoas em situação de pobreza, ou seja, vivendo com até 406 Reais por mês. O contingente aumentou para 54 milhões e 800 mil pessoas em 2017, um crescimento de quase 4%, que representa 26,5% do total de brasileiros. Já a população na condição de pobreza extrema, que vive com até 140 Reais por mês, aumentou em 13%, saltando de 13 milhões e 500 mil para 15 milhões e 300 mil, ou 7,4% dos brasileiros.

- Jair Bolsonaro, presidente eleito, disse estar confiante na votação da reforma da Previdência no primeiro semestre de 2019. Segundo ele, há a possibilidade de aproveitar parte da proposta encaminhada pelo atual presidente Michel Temer. Segundo Bolsonaro, a prioridade no momento é fixar idade mínima para a aposentadoria. O futuro presidente afirmou também que a reforma tributária em discussão no Congresso Nacional deve ser discutida com Paulo Guedes, confirmado para o Ministério da Economia. Questionado sobre os avanços e perspectivas, Bolsonaro disse que a pergunta deveria ser feita ao próprio Paulo Guedes.

 

MUNDO

- Atingir as metas do Acordo de Paris poderia salvar cerca de um milhão de vidas por ano até 2050. Ao mesmo tempo, os benefícios para a saúde superariam os gastos com o próprio Acordo. É o que diz um novo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP24), que acontece na Polônia. A principal tarefa da COP24 será estabelecer um conjunto de regras para o cumprimento do Acordo de Paris, no qual 195 países se comprometem a limitar o aquecimento da Terra a até 2ºC até o fim do século. A exposição à poluição do ar causa 7 milhões de mortes a cada ano e custa cerca de 5 trilhões de dólares em gastos com bem-estar globalmente.

COMENTÁRIOS