On News: confira as notícias dessa segunda-feira, dia 3/12
02/12/2018 23:35 em Novidades

Parceria entre NBA e Caldense planeja fortalecer a prática do basquete em Poços de Caldas (Foto: Renan Muniz / Caldense)

 

CIDADE

- O novo valor das refeições no Restaurante Popular, previsto para começar a valer no último sábado, dia 1º de dezembro, foi adiado para 2 de janeiro de 2019. A data foi prorrogada de modo que haja tempo para a confecção das carteirinhas dos usuários inscritos no Bolsa Família e aposentados com um salário mínimo, público que terá acesso ao subsídio da Prefeitura de Poços de Caldas e continuará a pagar o valor atual de 2 Reais. Quem tem direito ao benefício deve ir à ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da região onde mora, munido de documentação pessoal e uma foto 3×4 para fazer a carteirinha o quanto antes. Os demais frequentadores do Restaurante Popular passarão a pagar 5 Reais e 50 centavos pela refeição.

- De acordo com a Prefeitura, ao longo dessa semana, as unidades de saúde de Poços de Caldas começam a receber novos médicos, que chegam para suprir a saída dos profissionais cubanos, cujos vínculos com o programa Mais Médicos foram encerrados. Das 15 vagas do programa na cidade, nove eram ocupadas por médicos de Cuba. Até semana passada, cinco novos profissionais já haviam validado a inscrição na Secretaria Municipal de Saúde. Com a saída dos cubanos e até a entrada dos substitutos, sete unidades básicas de saúde estarão temporariamente sem médicos, porém os atendimentos continuarão sendo prestados.

- A Câmara Municipal de Poços de Caldas aprovou por unanimidade requerimento que solicita ao Poder Executivo informações sobre o aumento na tarifa de energia elétrica cobrada pelo DME. Após reunião com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), ficou definido que a conta de luz ficaria 20,09% mais cara para as residências e 22,78% mais cara para as indústrias. Os vereadores querem saber ao certo quais fatores impactaram no valor do reajuste, além da estimativa de lucros da DME para o próximo ano. Outra questão levantada é porque o município não teria aceitado o deferimento apresentado pelo Conselho Municipal dos Consumidores, que poderia reduzir e dividir o reajuste.

- A Caldense anunciou uma parceria com a NBA, a liga norte-americana de basquete, para implementação de uma metodologia de treinamento integrada, voltada para jovens de 9 a 17 anos. A NBA Basketball School oferece aulas para jovens ao redor do mundo, voltadas para a evolução técnica e a promoção de valores como integridade, trabalho em equipe, respeito e determinação. O objetivo é ajudar jogadores, pais e treinadores a entenderem melhor a logística do basquete e suas possibilidades. O anúncio oficial da parceria foi feito na sexta-feira passada, dia 30 de novembro.

 

BRASIL

- A Prefeitura de São Paulo concluiu no último domingo, dia 2, a elevação de viaduto na Marginal Pinheiros, que cedeu no dia 15 de novembro. Macacos hidráulicos foram instalados sob a parte da estrutura que se inclinou, com objetivo de nivelar a superfície. Com a conclusão da elevação, será possível avaliar, num prazo de 15 dias, qual o tipo de obra de engenharia necessária para a recuperação do viaduto, uma vez que a possibilidade de demolição foi descartada. O trabalho com os macacos hidráulicos, que havia começado na véspera, contou com 2 mil funcionários por hora.

- A Unicamp aplicou no último domingo, dia 2, o primeiro vestibular indígena da história da instituição. As mais de 70 vagas de 34 cursos diferentes serão disputadas por 610 inscritos. Para diminuir o número de ausências devido à dificuldade de deslocamento dos candidatos de diversas etnias, as provas ocorreram nas cidades de Campinas (SP), Dourados (MS), Manaus (AM), Recife (PE) e São Gabriel da Cachoeira (AM). O curso com maior concorrência é o de enfermagem, seguido por farmácia. A escolha dos cursos foi feita após consultas a líderes de comunidades indígenas para se descobrir o maior interesse da população. Para a recepção dos indígenas, está sendo preparada uma programação específica em fevereiro de 2019.

 

MUNDO

- No último domingo, dia 2, Emmanuel Macron, presidente da França, visitou o Arco do Triunfo, em Paris. Na véspera, o monumento foi vandalizado após confronto entre manifestantes e a polícia, que terminou com 287 detidos e 110 feridos. O presidente avalia a possibilidade de decretar estado de emergência. A revolta popular contra aumentos no imposto sobre combustíveis e alto custo de vida veio à tona em 17 de novembro e, desde então, vem se espalhando rapidamente pelas redes sociais. Cerca de 36 mil manifestantes bloquearam estradas ao redor da França e impediram o acesso a shoppings, fábricas e alguns depósitos de combustíveis.

COMENTÁRIOS